Navegação:  Tópicos da Ajuda > Configurações >

Ajuda - Solução GDOOR PRO

 
Configurações - Tributos

cab_configuracoes


Página Anterior Retornar ao Tópico Principal Próxima Página

       Esta parte das configurações trata das tributações para as notas fiscais de saída, cupons fiscais e CFOPs para notas de compras.

       Para cada CFOP podem ser definidas as alíquotas de ICMS de cada estado, além de criar um elo para vincular a tributação em questão com um produto no estoque, com isso é possível ter produtos com tributações diferentes na mesma nota.

       Para os CFOPs de compra (iniciados por 1, 2 e 3) não é necessário informar as alíquotas, apenas o CFOP, descrição e percentual da base, pois os tributos nas notas de compra são preenchidos manualmente a cada nota, pois as compras não seguem um padrão.

 

  Importante!

      Antes de qualquer alteração na configuração dos tributos, a contabilidade da empresa deve ser consultada.

 Dica de produtividade

      Na seção de Dicas são encontrados alguns exemplos de configuração para diversos perfis de empresa.

 

 

gdoor14_configuracoes_tributos

 

       A configuração dos tributos segue o padrão de listagem contida no sistema, onde para cada registro existe uma ficha de cadastro. Na lista de CFOPs cadastrados há cores diferentes para cada registro, explicados na legenda abaixo do grid. No rodapé, existem os botões padronizados de listagem para controle dos registros.

 

       Abaixo, detalhamos cada uma das informações da lista de CFOPs cadastrados e demais configurações possíveis:

 

gdoor14_configuracoes_tributos_lista_cfop

 

       Os CFOPs são separados por cores, e elas podem ser:

       1.102: CFOPs iniciados por 1, 2 ou 3, que são os de entrada.

       6.102: CFOPs iniciados por 5, 6 ou 7, desde que não enquadrados nas classificações abaixo. São os CFOPs de saída.

       5.403: CFOPs iniciados por 5.4xx ou 6.4xx que são os códigos sujeitos ao regime de substituição tributária.

       5.102: Indica o CFOP padrão, que será considerado para os produtos nas notas de venda, caso eles não tenham nenhum Elo com outro código.

 


 

       No modo de edição das configurações dos Tributos, temos as seguintes seções:

 

< Natureza de Operação

 

gdoor14_configuracoes_tributos_natoper

       Nesta seção, existem os seguintes campos\funções:

 

       Código: Código de chave primária, gerado automaticamente pelo sistema para identificar os registros. Jamais será repetido.

       CFOP: Código Fiscal da Operação ou Prestação.

       Descrição: Breve descrição da natureza da operação.

       Elo: Campo destinado para criação de um código para vincular determinado produto no estoque a uma tributação específica nesta tabela. Deve ser usado caso um produto tenha tributação diferente da padrão utilizada. Deve ser usado da seguinte maneira: crie uma linha nesta tabela, defina CFOP, descrição, percentual de base e o que mais for necessário, além das alíquotas de ICMS para cada estado, que será explicado mais adiante. Depois defina um código com três dígitos numéricos e preencha no campo Elo do registro recém-criado. Para os produtos que utilizarem esta tributação, deve ser preenchido este código criado no cadastro do mesmo, no campo "Elo", na seção de tributação.

       Base ICMS: Definir o percentual da base de cálculo do ICMS para o CFOP em questão. O valor padrão é 100%, no entanto, se determinado CFOP tiver redução na base de cálculo, esta redução deve ser descontada e o restante preenchido neste campo. Por exemplo: se o CFOP 5.101 tem redução de 33,33%, o campo "Base %" deste CFOP deve ser preenchido com 66,67%.

       Não Mov.: Esta opção é utilizada para informar se a CFOP irá ou não movimentar estoque, tanto na entrada quanto na saída.

 

< Substituição Tributária

 

gdoor14_configuracoes_tributos_substtrib

 

       Nesta seção, existem os seguintes campos\funções:

 

       % M.V.A.: Definir a Margem de Valor Agregado, percentual utilizado no cálculo do ICMS de substituição tributária. Sempre deve ser preenchido 100 a mais do que o valor original, por exemplo: se a MVA de determinado registro for de 45%, preencher com 145%, devido à fórmula utilizada no sistema.

       Desconto no MVA para clientes enquadrados no Simples: Quando for efetuada uma venda com cobrança de ICMS por substituição tributária para uma empresa optante pelo Simples Nacional, se houver desconto no percentual da M.V.A., deve ser preenchido neste campo.

       APBS: Aplica o Percentual da Base na Substituição. Este campo deve ser marcado caso exista uma redução na base de cálculo do ICMS e este percentual também deva ser aplicado na base de cálculo do ICMS de substituição tributária.

 

< Tributação Estadual

 

gdoor14_configuracoes_tributos_tribestad

 

       Nesta seção, encontramos a tabela de alíquotas do ICMS para cada estado conforme segue abaixo:

 

       Na tabela da esquerda, denominada "ICMS Normal", devem ser preenchidas as alíquotas para cálculo do ICMS original. Para cada estado pode ser configurada uma alíquota diferente. O último campo, identificado com "EX", indica Exterior, e é usado nas notas de importação.

       Na tabela da direita, denominada "ICMS Interno da Substituição Tributária", devem ser preenchidas as alíquotas internas de cada estado, usadas para cálculo do ICMS de substituição tributária nas notas fiscais de saída. O último campo, identificado com "EX", indica Exterior, e é usado para manter o padrão de layout, mas não será usado.

 

< Textos

 

gdoor14_configuracoes_tributos_textos

 

       Nesta seção, encontramos as seguintes funções:

 

       Texto no campo "VALOR DO ICMS": Caso existir necessidade de imprimir algum texto no campo do valor do ICMS, este texto deve ser definido aqui.

       Informações complementares: Campo destinado à informação de uma mensagem a ser gerada no campo "Informações complementares" da nota fiscal.

 

 

  Importante!

      Antes de qualquer alteração na configuração dos tributos, a contabilidade da empresa deve ser consultada.

 

< Fórmulas

 

gdoor14_configuracoes_tributos_formulas01

 

       A configuração de fórmulas matemáticas criadas pelo usuário dá maior flexibilidade no uso do sistema no que diz respeito ao cálculo de impostos, de maneira que pode ser inserida uma fórmula para cálculo das tributações diferente da usada originalmente pelo sistema, que é padrão.

       A opção "Usar Fórmula" deve ser marcada se o CFOP em questão utilizará uma fórmula específica para cálculo do ICMS. As utilização de fórmulas para cálculo dos impostos será explicada mais abaixo.

       Podem ser definidas fórmulas para cálculo dos seguintes valores:

       • Base de cálculo do ICMS;

       • Valor do ICMS;

       • Base de cálculo do ICMS de Substituição Tributária;

       • Valor do ICMS de Substituição Tributária; e

       • Valor total da nota.

       Uma vez definido que o CFOP irá utilizar fórmulas matemáticas personalizadas, todos os campos listados acima deixarão de usar o cálculo do sistema e irão considerar a fórmula inserida no campo.

       Se um campo deve ficar com valor 0 (zero), este valor deve ser preenchido no campo destinado à formula. Nenhum desses campos pode ficar em branco, ou irá ocorrer erro no cálculo dos valores.

       Para montar a fórmula matemática, clique com o botão direito do mouse dentro do campo do valor em questão, e será exibida uma lista com as variáveis disponíveis para o cálculo.

 

       Abaixo, uma imagem com as possibilidades de campos para utilizar nas fórmulas.

 

gdoor14_configuracoes_tributos_formcampos

 

       Além dos campos inseridos pelo sistema, utilize os operadores matemáticos abaixo:

       • '(' e ')' - Abre e fecha parênteses;

       • '+' - Soma;

       • '-' - Subtração;

       • '*' - Multiplicação; e

       • '/' - Divisão.

 

       Abaixo, segue um exemplo prático de uma fórmula no sistema Gdoor:

 

gdoor14_configuracoes_tributos_formulas_exemplo

 


 

 

 

Diferimento

 

       Diferimento é uma espécie de substituição tributária, em que existe uma postergação ou adiantamento do pagamento do imposto e, ao mesmo tempo, a transferência da responsabilidade para o pagamento do imposto a um terceiro.

       A solução GDOOR disponibiliza o recurso referente ao diferimento. É válido lembrar, que toda e qualquer configuração e/ou uso do recurso de diferimento, deve ser orientada pelo seu contador.

       Para configurar o diferimento é necessário: Acessar Configurações > Tributos > Escolher a natureza de operação > Clicar no botão Editar

 

g15_nfe_diferimento

 

       Após basta no campo "Texto no campo "VALOR DO ICMS": inserir a palavra DIFERIDO, sem seguida selecionar a opção Diferido ou Diferimento de redução seguido do percentual, conforme orientação contábil.

       Vale lembrar, que só irá ocorrer o cálculo na NF-e caso o CST do produto também for relacionado ao diferimento.

 

 

 


 

 

 

Plano de Contas específico - Registro 500

 

       Para a correta geração do registro 500 é necessário utilizar o plano de contas específico (conforme orientação contábil) no CFOP desejado.

       O procedimento é simples e rápido, basta acessar o módulo de configurações/tributos/selecionar o CFOP desejado/Editar/plano de contas:

 

       gpro_tri_500